Principais tendências de design de interiores para 2023

Anterior
Next

As tendências de interior podem não se alterar tão rapidamente quanto as do mundo da moda, mas também estão sujeitas a oscilações. E se o início do ano pede novos começos e a nossa casa é um reflexo do que somos e sentimos, tal também serve para renovarmos a decoração do nosso espaço. Desde a naturalidade à tendência de menos brilho, aqui deixamos os principais apontamentos de design de interiores a ter em conta em 2023.

Elementos da Natureza – espaços com plantas

A biofilia é a tendência para criar espaços deslumbrantes e habitáveis com o intuito de contribuir para um mundo melhor. O amor do Homem pela Natureza estende-se agora ao nosso domicílio. De tons folhosos de verde a materiais terrosos, como bronze, madeira e pedra, a valorização de todas as coisas da Mãe Natureza e do orgânico está a tornar-se fundamental em termos de design de interiores. De facto, a utilização de elementos da Natureza em casa é uma das formas mais eficazes de tornar qualquer espaço mais acolhedor, além de ajudar a criar um ambiente mais relaxante.

Sustentabilidade – cores neutras e luz natural

Numa amostra americana, a sustentabilidade foi escolhida por 94% dos designers entrevistados como a tendência com maior probabilidade de persistir em 2023. Inclui-se aqui o uso de materiais e madeiras recicladas, o aproveitamento ao máximo da luz natural, investindo em portas e janelas amplas, e cortinas mais delicadas e claras, bem como o uso de plantas para purificar ambientes internos. De acordo com os entrevistados, os designs ondulados e assimétricos do modernismo orgânico vão tornar-se populares, juntamente com papel de parede floral e cores neutras como indicadores visuais do reacender o interesse no nosso mundo e nos seus inestimáveis recursos. Assim, serão as cores neutras e naturais a compor as tendências de decoração.

Regresso ao passado – mobiliário com linhas arredondadas

O modelo de mobiliário curvilíneo, que foi um ícone da decoração nas décadas de 1960 e 1970, regressa agora, mas mais moderno e contemporâneo. Estes móveis impressionantes com linhas arredondadas criam uma vibe de decoração única e podem ser colocados em praticamente todos os ambientes, conferindo personalidade à casa. Por exemplo, é possível atualizar um espaço com um destes móveis, cadeiras fusiformes e um lustre modernista para criar um ambiente único.

Padrões florais e orgânicos, e tons de verde – sensação de ar livre para dentro de casa

A cor verde em todos os tons, do mais claro ao mais escuro, é o mais popular no momento. Mas em 2023 também se espera que padrões em grande escala, motivos orgânicos e flores estejam em alta, usando-se menos estampas de animais, ao memso tempo que desenhos ikat e tribais também devem ser evitados.

Evitar o brilho excessivo – conforto nos detalhes

Os designers de interiores estão a optar por materiais naturais sem muito brilho ou lustro. Madeira e gesso são as melhores escolhas. Materiais naturais em geral e couro em particular estão igualmente em voga. Também são esperados metais mais suaves, como cobre, níquel e até latão não laqueado, abrindo caminho para a saída de ouro, ouro rosa e acabamentos cromados em 2023. Posto isto, a tendência passa também por investir em elementos decorativos que proporcionem conforto nos mínimos detalhes, de forma a criar uma agradável sensação de tranquilidade.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados