Sexy Sea

ABERTURA
272645079_155006170226756_352472190319234290_n
271860231_152391420488231_5553377073326169514_n
240984395_113647734362600_3623067200237336274_n
previous arrow
next arrow

Perto da Avenida da Liberdade, em Lisboa, mais concretamente na Rua Rodrigues Sampaio, deu à costa da capital um restaurante onde o peixe é o protagonista. Tal denota-se logo pelo nome, mas também por uma montra à entrada, que parece acabada de sair de um qualquer mercado. Isto porque é possível escolher o peixe que se vai consumir de seguida – em versão sushi, grelhado, frito ou na sopa (ou, porque não, tudo incluído numa única refeição). Uma vez dentro do espaço, que comporta um mezanino e que apresenta uma decoração discreta, com assentos em veludo azul-mar, damos de caras com o Óscar, um peixe de formas gigantescas pendurado no teto, da autoria do artista algarvio João Jesus.

Prometendo uma visão sedutora sobre o peixe e o marisco portugueses, o Sexy Sea nasceu da visão do chef Abel Moura e Cunha e de Alexandre Pires, também sócio. Existe ainda um terceiro sócio a trabalhar com ambos. A paixão pela restauração fez o chef criar uma mistura de tradição e cozinha de autor. O principal objetivo deste restaurante é conseguir proporcionar tanto o sabor do peixe fresco grelhado ou em sushi e sashimi, como combinações de sabores e formas de cozinhar mais irreverentes e, algumas, até improváveis. E, apesar de se concentrar no peixe, no Sexy Sea há também opções de carne, com destaque para o wagyu japonês. Se for em grupo, o piso inferior possui uma sala privada para jantares de grupo, com uma outra instalação, desta feita de Mário Belém, a dar um toque de cor e irreverência. Além da obra do peixe à entrada, todo o ambiente do Sexy Sea foi idealizado pela decoradora Elizabete Rodrigues.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

1-Atico Lounge (Singapura)

Tendo muito recentemente conquistado o prémio Restaurante Design do Ano na edição do World Gourmet

Marlene,

O mais recente restaurante gastronómico em Lisboa abriu recentemente, sob a batuta da chef Marlene.