Como manter o foco na realização de objetivos

Atualmente, poucos temos o privilégio de nos dedicarmos inteira e exclusivamente apenas a uma tarefa. A maioria de nós corre contra o tempo, a realizar atividades e a responder a demandas das mais diferentes áreas. Esta capacidade de sermos multifacetado, que desenvolvemos ao longo da nossa carreira, acaba por ser bastante útil. Porém, na prática, termos multitarefas pode revelar-se algo complicado, por dificultar a concentração. Procurar manter o foco pode inclusive tornar-se ainda mais difícil, principalmente no mundo em que vivemos, com distrações por todos os lados – redes sociais, televisão, trabalho, família, relacionamentos, etc. Compreender a importância de manter o foco é essencial. Conseguir levar a bom porto os objetivos a que nos propomos é muito importante. A seguir, partilhamos alguns conselhos práticos para ajudar a manter o foco.

– Fazer uma listas de tarefas

Uma lista de tarefas permite-lhe focar-se nas suas atividades com muito mais facilidade, além de ser uma ótima forma de organização. Deve anotar tudo o que precisa de fazer até ao final do dia e, se houver algum tempo extra, registar também as tarefas que já sabe que terá de fazer ao longo da semana.

– Começar pela tarefa mais difícil

Se começar por realizar as tarefas a partir da mais complicada, consegue “remover” mais rapidamente um obstáculo, ficando livre para a prossecução das demais atividades e, simultaneamente, vai sentir-se mais motivado por ter concluído uma atividade complexa.

 – Ter uma visão ampla

Programe uma rotina de verificação para cada um dos projetos. A velocidade das exigências dos projetos será o fator determinante da frequência ideal para check-ups. Deverá gerir o tempo de execução definindo as expectativas para cada um deles.

– Agir estrategicamente

Selecione uma tarefa e foque-se intensamente na sua execução, ao invés de tentar fazer várias ao mesmo tempo. Pode começar a definir as ações das atividades que exijam mais foco e atenção. Cumpra este planeamento até atingir os resultados e depois inicie outro projeto. Ficar a saltar de atividade em atividade diminui a produtividade e faz com que não se termine nenhuma delas. Contudo, se realmente precisar de executar várias tarefas ao mesmo tempo, agrupe todas as que sejam compatíveis.

– Planeamento

Planear é essencial para conseguir organizar as suas obrigações e ser bem-sucedido em concluí-las. Sabendo quais são os seus prazos, conseguirá gerir melhor a rotina e terminar as tarefas atempadamente.

– Evitar distrações

Quando for preciso focar-se numa tarefa de grande importância, afaste eventuais distrações. Por exemplo, avise quem de direito ou defina mensagens automáticas. Durante o período de foco intenso, as pessoas que tentarem contactá-lo vão receber a mensagem, não atrapalhando o seu desempenho. Ao dizer que está ocupado a desenvolver uma tarefa, consegue focar-se no que realmente importa. Deixe o telefone em modo de voo e dê atenção às mensagens apenas quando a tarefa estiver terminada.

– Sinceridade em relação aos projetos

Estar pronto para agir quando os problemas surgirem e mostrar boa vontade ao desenvolver os projetos é essencial. Assim, quanto mais cedo conseguir admitir que talvez não consiga cumprir as suas diligências a 100% e da forma como gostaria, mais os seus colegas irão confiar em si e na sua vontade de as executar.

– Conhecer os nossos limites

Nem todas as pessoas conseguem ser produtivas todos os dias, o que não constitui um problema; é antes uma característica. Se sabe à partida que costuma demorar mais tempo a realizar uma determinada tarefa, não deve preocupar-se. O importante é ter em mente o foco que deve dedicar às atividades para que elas possam ser concluídas da melhor forma.

– Atribuir pequenos prémios a si próprio

Sempre que tiver um dia produtivo no qual consegue finalizar todas as suas obrigações, deve encontrar uma forma de premiar o seu bom trabalho para se sentir mais motivado.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados