Anna Gaia, o desafio de reinventar joias intemporais

primeira-foto-no-artigo-Utopia-night-Fever-2016
Flamante-Collection-3
Venus-Collection
previous arrow
next arrow

Em Portugal há apenas um ano, a Utopia Jewels rapidamente conquistou o público português com as suas linhas sofisticadas e contemporâneas que propõem dar um novo uso às joias que provêm do mar: as pérolas. Nesta entrevista, Anna Gaia, a CEO da marca italiana com mais de 25 anos de história, explica por que razão a Utopia Jewels tem um posicionamento diferenciador e revela os segredos de sucesso de um negócio de família que começou em Itália e, hoje, é reconhecido em praticamente todo o mundo.

Como surgiu a oportunidade de lançar a marca Utopia Jewels?

Em 1996, percebemos que havia uma lacuna no segmento de joias de pérolas e decidimos lançar a nossa própria marca de joias, focada na reinterpretação contemporânea das pérolas do mar do Sul e do Taiti. Naquela época, a joalharia com pérolas era predominantemente considerada clássica e tradicional, sem criatividade ou conteúdo de design, e o nosso objetivo era elevar as pérolas a outro nível, criando joias que pudessem ser usadas por mulheres jovens, elegantes e modernas.

As pérolas são as protagonistas da Utopia Jewels. Como tem sido esta “aventura” de apostar fortemente num único produto?

Devo admitir que tem sido muito desafiante, pois as pérolas têm os seus altos e baixos ao longo dos anos. Agora estão de volta à moda. Além disso, é muito desafiante pensar e projetar coleções todos os anos, nas quais as pérolas são interpretadas de maneiras diferentes. Em 25 anos, lançámos mais de trinta linhas, todas elas diferentes e únicas, mas todas pensadas com o objetivo de dar uma “nova vida” às pérolas, interpretando os desejos de uma mulher contemporânea, independente, poderosa e feminina.

Como tem sido a adesão do público português às joias Utopia?

Até agora, tem sido ótima. Acredito que Portugal é um país com uma forte herança na joalharia e com um sentido estético único. O design e o estilo italianos combinam bem com o estilo do público português. Estou ansiosa para desenvolver cada vez mais coleções adequadas ao gosto deste belo país.

Quais são os maiores desafios para a marca, num país com uma forte tradição na área da joalharia?

Um dos maiores desafios é garantir um padrão constante de qualidade, tanto em matéria-prima como em artesanato. As nossas joias são inteiramente projetadas e produzidas nas nossas oficinas em Itália, sob a orientação de ourives especializados. As matérias-primas como as pérolas, os diamantes e as pedras preciosas são selecionadas diretamente nas respetivas fontes pelos nossos gemologistas. As pérolas não são tratadas quimicamente nem coloridas artificialmente e certificamo-nos de que possuem brilho, formas e superfícies naturais.

Como define, atualmente, a marca Utopia Jewels?

É uma marca contemporânea, feminina e casual, para mulheres de personalidade forte.

Em quantos países está presente?

A Utopia está presente nos principais países europeus, na região do Médio Oriente e nos países do Leste Europeu, e temos parceiros nos Estados Unidos da América (EUA). Estamos a crescer na América do Sul e estamos ansiosos para aumentar o reconhecimento da marca na Ásia.

Qual é a perceção da marca a nível mundial?

Nos EUA e na Europa, a marca Utopia é conhecida pela reinterpretação contemporânea de uma joia intemporal como é a pérola. As mulheres da nossa época procuram joias casuais para serem usadas diariamente e querem sentir-se confortáveis ao usá-las. A Utopia acompanha diariamente cada uma de nós, de acordo com o visual ou o estilo de cada um.

Quais são os planos para consolidar a notoriedade da Utopia em Portugal?

A F Luxury, juntamente com a nossa parceira em Lisboa, a Gilles Joalheiros, ofereceu-nos a oportunidade de apresentar as nossas coleções em eventos, e sentimo-nos honrados por ter tido esta oportunidade e estamos entusiasmados para ter mais destes momentos no futuro. Eu também gostaria de estar presente num destes eventos.

O que podemos esperar das próximas coleções?

Em setembro, vamos ter extensões de coleções anteriores, como a Aurum, a Venus e a Flamante. Estas três linhas foram muito bem-sucedidas e apreciadas em todo o mundo. Aurum é uma homenagem à corrente de ouro, que está de regresso à moda. É uma coleção ousada e fashion, ideal para um look casual e glamoroso. Flamante é, definitivamente, uma coleção mais sofisticada, com um elevado conteúdo de design. É uma verdadeira obra-prima do artesanato italiano. Venus é perfeita para ser usada com T-shirt e jeans, no dia a dia, ou com um vestido, no escritório.

Se tivesse de definir a marca Utopia Jewels em poucas palavras, quais seriam? A Utopia é uma nova expressão da joalharia de pérolas que usa gemas e materiais mais selecionados, com uma personalidade forte e um design e artesanato italianos diferenciados. Ideal para uma mulher moderna.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Autorresponsabilidade

Vivemos num mundo onde há muitos conflitos, na política, nas relações, no trânsito… Cada um