Lady Gaga e Dom Pérignon, colaboração criativa

Domperignon_2
Domperignon
previous arrow
next arrow

Hoje, mais que nunca, o mundo precisa do poder da liberdade criativa. Uma força para abrir novos horizontes, para nos fazer avançar. Uma força que junta Lady Gaga a Dom Pérignon, depois de parcerias com artistas como Jeff Koons, Bjork, Lenny Kravitz ou o realizador David Lynch.

O caminho distinto de dois criadores, Lady Gaga e Dom Pérignon – personificada pelo chef de Cave de 7ª geração Vincent Chaperon – cruzou-se numa parceria despoletada por uma liberdade criativa partilhada para inspirar outros. Dada a conhecer, pela primeira vez ,em abril de 2021, esta colaboração materializou-se numa campanha artística da marca e numa escultura de edição limitada desenhada por Lady Gaga. Prosseguindo a sua busca pela criatividade partilhada, Lady Gaga assina, agora, uma edição limitada de Dom Pérignon Vintage 2010 e de Rosé Vintage 2006 em estojos exclusivos, marcada pela sua iridescência, que reflete o fluxo e o movimento de um véu magnético, numa ode visual à criatividade – um impulso vital.

Dom Pérignon Vintage 2010

Com as temperaturas mais baixas desde 1996, a primeira parte do ano de 2010 contrastou fortemente com o resto da década. Um inverno gélido e uma primavera fresca fizeram recordar o clima setentrional da vinha. O verão foi quente, mas não excessivo, e a baixa precipitação fez com que o ano fosse particularmente seco. Tudo mudou em meados de agosto: em dois dias, choveu quase tanto como em dois meses. Com o calor e a chuva, as uvas amadureceram por completo rapidamente, mas a vindima começou com as uvas Pinot Noir afetadas por botrytis. Tal como em 1995, as uvas apresentaram um equilíbrio intenso, doce e ácido, mas algumas tiveram de ser rejeitadas para conseguir o melhor de uma colheita rica em contrastes.

No nariz, o bouquet do Dom Pérignon Blanc Vintage 2010 irradia de imediato a doçura da fruta tropical – manga verde, melão e abacaxi. De seguida, passa para notas mais moderadas: a casca de laranja e a bruma de tangerina. À medida que o vinho respira, a sua frescura revela-se. É como o florir depois da chuva. Uma sensação tátil de peónia, jasmim e lilás. No paladar, o vinho faz sentir a sua presença cheia, rica e intensa. A maturação suculenta domina, e uma sensação tátil segue-se à experiência aromática. A boca é generosa, firme, assertiva. Depois adensa-se, libertando notas de especiarias. A energia prossegue para um final salgado.

Dom Pérignon Rosé Vintage 2006

Escolher ser um rosé é uma declaração de liberdade. Uma liberdade de desafiar convenções e de superação de limites numa assemblage ousada e assertiva. O Dom Pérignon Rosé nasce de um desejo de ser ousado.

2006 foi um ano globalmente quente e seco, embora com contrastes – o mês de julho foi extremamente quente e o de agosto ameno e húmido. É o caráter quase estival do mês de setembro que define a colheita, secando os poucos focos de botrytis existentes e oferecendo uma maturidade superior à média. A colheita começou a 11 de setembro e estendeu-se por cerca de três semanas.

No nariz, o bouquet é cativante, maduro e profundo. Se num primeiro momento se sente o lado sombrio das especiarias e do cacau, rapidamente abre para dar lugar a um cheiro mais frutado, frutas essas majestosas: figo e damasco tostados, laranja cristalizada. O conjunto a emanar notas defumadas. Já no paladar, a amplitude do vinho resplandece. A intensidade e a suculência sustentam a nota, brincando com a suavidade e o crocante. A envolvência funde-se num enredo licoroso, fechado, granuloso e um bocado vegetal. A vinosidade é marcada por um toque iodado e salino.

O Dom Pérignon Rosé Vintage 2006 é temperado por uma transformação lenta e exímia de quase 12 anos de elaboração, criando um vinho que é, simultaneamente, livre e carnal, claro e escuro. A sua criação abraça o desconhecido e é um convite à exploração – a exploração do mundo que Lady Gaga e Dom Pérignon criaram, em conjunto.

As edições limitadas da colaboração da Dom Pérignon e Lady Gaga estão disponíveis no Club do Gourmet do El Corte Inglés de Lisboa e de Gaia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Golfe: Hole in one!

De uma só tacada, alguns dos mais belos e desafiantes campos de golfe do mundo

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes

Sixième Sens par Cartier

Sixième Sens par Cartier mostra aquele toque extra e exclusivo da alta joalharia, uma expressão