Os eventos mais aguardados (ainda este ano)

1Coachella-min
2AstonMartinResidencesTerracePool-min
7DesignbyChrisSeydoucNabilZorkot-min
4AirellesChteaudeVersailles-min
5HouseofGucci
YayoyKusama-min
previous arrow
next arrow

Do festival mais famoso (e mais concorrido em matéria de celebridades), ao lançamento do filme House of Gucci, algumas das estreias, novidades e eventos que já temos assinalados na nossa agenda.

COACHELLA

Teria sido em abril (como sempre) de 2021, mas, como tantos festivais, também o mais hipster de todos eles se viu adiado. Em princípio, e para não correr riscos de adiamentos sucessivos, a organização do Coachella aponta apenas para 2022, nos dias do costume, 9 a 11 e 16 a 18 de abril. Mas, avança o site especializado billboard.com, se as condições sanitárias o permitirem, 2021 não ficará sem Coachella. Será a terceira vez que o festival vê alterações no planeamento devido à Covid-19. Assim, com um pouco de fé, digamos: se estiver do lado de lá do Atlântico, nas redondezas de Indio, Califórnia, em outubro deste ano, mas ainda sem data concreta, ponha as sandálias Prada e uma maxi de 1970 da sua mãe e enjoy Coachella.

ASTON MARTIN T6 COM PISCINA

A marca dos bólides de 007 estreia-se no mundo da arquitetura com o arranha-céus mais alto de Miami. Voltado como um veleiro para a Biscayne Bay (a que ouvimos no início do genérico da série CSI), o Aston Martin Residences conta com 66 andares, elevando-se a mais de 250 metros acima da linha d’água, derrotando o anterior recordista, o Four Seasons Miami. São 391 apartamentos residenciais, com entre um a cinco quartos em tipologia clássica, dúplex, coberturas e coberturas triplex. Existem 10 elevadores de alta velocidade, 3.927 m2 de instalações dedicadas ao entretenimento, divididas por quatro andares e ligadas por uma escada monumental em vidro. O edifício disponibiliza duas piscinas, uma interior, mas infinita, murada pela parede exterior em vidro, e outra em terraço, também infinita, no socalco que medeia o Aston Martin, virada à baía e ao oceano. E, claro, isto é a América, e nestas coisas a América dá cartas: spa completo, golfe virtual, centro de negócios e várias sport academy.  

AFRICAN FASHION, UMA LANÇA EM LONDRES

É só para o ano, mas reserve já na sua agenda. Com a falha quase constante que os designers do mundo ocidental têm tido em nos apresentar algo de verdadeiramente novo, é tempo de dar lugar a novos discursos artísticos. Como sempre, o Victoria & Albert de Londres toma as rédeas para abrir uma nova conjuntura inspiracional e trará em 2022 uma mostra alargada ao tema Moda Africana. Poderemos ver os ícones ao tema desde meados do século XX até aos nossos dias, desdobrados em fotografia, têxteis, artes musicais e visuais. A exposição African Fashion explorará tanto a vitalidade como o impacto global da cena de moda africana, que bem espelha a dinâmica e a variedade em potência de um continente maioritariamente ainda em espera. 11 de junho de 2022,

HOTEL AIRELLES-VERSAILLES, NOITES DE RAINHA

Experimentar os bastidores de uma época tão especial da História graças a uma variedade de experiências exclusivas, é agora possível. É essa a proposta do novo hotel Airelles, sediado no Le Grand Contrôle, edifício construído em 1681, que se esconde para lá dos portões de Versailles. Era projeto antigo, mas não é fácil instalar um hotel num monumento histórico. E que Hotel! E que Monumento! O Airelles Château de Versailles fica exatamente no edifício a que nos habituámos apenas a visitar e dizer “ai que lindo ai que lindo” e depois sair quando um funcionário dizia ‘nous devons fermer, madame’. Encantador e seleto, com apenas 14 quartos e suítes, e a cozinha guiada pelo tão célebre Alain Ducasse, o hotel mais desejado de 2021 oferece ainda um programa de spa idealizado com os rituais de beleza da própria Maria Antonieta como pano de fundo. A decoração, da estrela Christophe Tollemer, espelha perfeitamente o fausto do Antigo Regime, desde o soalho em taco alternado até ao mármore escolhido das lareiras e ao estampado dos têxteis em campagne chic. O decorador trabalhou diretamente sobre o acervo histórico do Palácio, bebendo inspiração diretamente nas mesmas fontes que Maria Antonieta usou na redecoração do Petit Trianon em 1788, um ano antes da Revolução.  

YAYOI KUSAMA, O HORROR AO VAZIO

Nasceu em 1929 do século passado e ainda trabalha e expõe. Mas sejamos francos, são 92 anos de idade, e mesmo sendo japonesa, lendários pela sua longevidade, não restarão muitas oportunidades de vermos trabalho feito de propósito por Yayoi Kusama para uma exposição. A mostra “Kusama: Cosmic Nature” decorre em Nova Iorque, ao ar livre, em pleno Jardim Botânico da cidade, onde a natureza fantástica da artista tem o seu melhor enquadramento: na Natureza tradicional como Deus manda. Ao longo da sua longa vida, Kusama sempre se deixou fascinar pelo Mundo Natural, logo desde cedo, ainda criança nos campos e estufas familiares. O seu leitmotiv laboral de obliteração, infinidade e eternidade sempre foi inspirado pela sua ligação íntima com as cores, os padrões e os ciclos de vida de plantas e flores. E é aqui, entre flores verdadeiras, que as da sua imaginação mais sentido fazem. Até 31 de outubro (com possível prorrogação). Mais em nybg.org

HOUSE OF GUCCI, GLAMOUR, PAIXÃO E CRIME

Não sabemos o que nos fará correr para ir ver este filme lá mais para o final de outono, se Lady Gaga como atriz principal, se a história sumarenta da casa de moda e da família Gucci, se Ridley Scott como realizador. O filme conta a história digna mais de ficção que realidade de como Patrizia Reggiani (Lady Gaga) foi julgada e condenada pela orquestração do assassinato do seu ex-marido, Maurizio Gucci (Adam Driver), antigo dono da casa Gucci. O guião teve como base o livro The House of Gucci: A Sensational Story of Murder, Madness, Glamour and Greed, por Sara Gay Forden. A fita foi rodada em Itália entre fevereiro e maio deste ano, de modo a que nada se perdesse, nem a ambiência, de uma história que revela como também (ou especialmente) caem os grandes. O restante elenco tem nomes de peso relevante, como Al Pacino, Jeremy Irons ou Salma Hayek. Estreia mundial marcada para o mês de novembro – e já nas nossas agendas!

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados