Met Gala regressou para homenagear a moda americana

Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala Kendall Jenner
Kim Kardashian Met Gala 2021
Met Gala 2021 Kristen Stewart
Lil Nas Met Gala 2021
Met Gala Lourdes Neón
Lupita Nyong'o Met Gala 2021
Rihanna Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
Met Gala 2021
previous arrow
next arrow
 

A noite da primeira segunda-feira do mês de maio de cada ano costumava ser uma data memorável e imperdível, onde modelos, celebridades, designers e os maiores ícones fashion se reuniam para celebrar a energia criativa da moda e da arte no emblemático Met – o Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque. Em 2020, contudo, a noite mais aguardada do mundo da moda teve de ser cancelada devido à pandemia da COVID-19 e, este ano, a efeméride teve de ser adiada para 13 de setembro.

Ano após ano, o Met recebe na passadeira vermelha um dos mais glamorosos eventos e um baile beneficente cujo tema faz sempre referência à exposição curada pelo Costume Institute daquele ano. Tendo como tema da exposição deste ano “In America: A Lexicon of Fashion“, a Met Gala de 2021 foi estrategicamente planeada para celebrar a moda americana no atual contexto de renascimento pós-pandemia. Segundo os hosts do evento, “os convidados não precisavam necessariamente de usar uma peça de uma marca local. Mas os seus looks tinham de refletir o espírito aventureiro e tempestuoso da vestimenta americana”.

Assim, e respeitando o léxico da moda americana, os convidados exploraram bem o tema, dos jeans ao western, como foi o caso de Jennifer Lopez, passando por um minimalismo sexy e pelo glamour de Hollywood, com Billie Eilish a encarnar o espírito de Marilyn Monroe. Por oposição, duas das celebridades mais aguardadas da noite, Rihanna e Kim Kardashian, usaram vestimentas algo sombrias de Balenciaga. Iman surgiu esplendorosa, envergando um look que, segundo a própria, “representava um raio de sol, após toda a escuridão que sentimos”. Kaia Gerber inspirou-se num vestido usado por Bianca Jagger em 1981 e Lourdes Leon, filha de Madonna, estreou-se na Met Gala dando nas vistas com um conjunto Moschino by Jeremy Scott, com os pelos nas axilas à mostra. Entre os muitos rostos que fizeram a sua estreia na red carpet encontramos ainda Brooklyn Beckham, filho de David e Victoria Beckham, e a cantora brasileira Anitta.

Dos mais clássicos aos mais excêntricos, e também ousados, a Met Gala regressou em grande na passada noite de segunda-feira. A passadeira vermelha da festa da moda de 2021 abraçou a diversidade, inclusão, transparência e sustentabilidade. Veja os nossos looks preferidos que algumas estrelas usaram.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Victor Borges

Perfecionista por natureza, pintor por intuição, gestor e criativo por paixão e ambição. Victor Borges

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes