The Lodge, novo cinco estrelas é uma janela aberta para o Douro

EscadasFotoFranciscoAlmeidaDias
SignatureSuiteFotoFranciscoAlmeidaDias
Salados30FotoFranciscoAlmeidaDias
PiscinaFotoFranciscoAlmeidaDias
previous arrow
next arrow

Edificado nas caves centenárias de Vinho do Porto, o The Lodge é uma janela privilegiada para o Douro e um oásis de experiências únicas. E se a fachada deste edifício histórico mantém a traça original, numa zona classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade, os seus interiores, com a assinatura de Nini Andrade Silva, convidam-nos a viajar.

O hotel de luxo contemporâneo, com projeto de arquitetura do coletivo ARQ2525, aposta na gastronomia, nos vinhos e nas experiências diferenciadoras, em estreita ligação às cidades de Vila Nova de Gaia e do Porto e à região do Douro. O restaurante D. Maria, chefiado por Ricardo Simões, é um elogio à cozinha portuguesa tradicional, onde a autenticidade e partilha estão bem presentes.

Este cinco estrelas, debruçado sobre o Douro e com uma vista tão privilegiada para a Invicta, é um elogio à identidade portuguesa, com especial enfoque na região Duriense e na gastronomia com raiz tradicional. O hotel conjuga história e modernidade. Por um lado, o edifício inserido nas antigas caves centenárias de Vinho do Porto, por outro, a modernidade presente no design de interiores de Nini Andrade Silva.

As texturas e os materiais, as cores e as formas, madeiras, cortiça e até uma antiga barrica que hoje faz parte da estrutura das escadas de acesso ao foyer, remetem-nos para a beleza do Douro vinhateiro.

As linhas curvilíneas transportam-nos para os socalcos das vinhas, o chão lembra o universo das adegas e os cestos de vime que abraçam as colunas da estrutura, homenageiam a azáfama da vindima. São numerosas as referências ao mundo vínico no The Lodge. O hotel de luxo distribui-se por sete andares e conta com 119 quartos e suites: 67 Superior, 38 Deluxe e 7 Terrace Deluxe (3 junior, 2 suites e 2 Signature Suites). Também nos quartos se homenageia a portugalidade, os colchões, a roupa de cama e os atoalhados são produtos de criação nacional. As Signature Suites (duplex) somam 215 m2 de área e incluem dois quartos (en suite), zona de estar com apoio kitchenette, sala de jantar e um espaço com facilities para exercícios. 

As experiências vínicas e gastronómicas

No The Lodge Bar, pode provar um cocktail de assinatura ou aventurar-se numa prova vínica. No restaurante D. Maria, que presta homenagem à Infanta D. Maria (aquela que dá nome ao que é considerado o primeiro livro de receitas português), serve-se tradição e modernidade portuguesa, numa carta que resgata algumas das melhores receitas tradicionais do Porto e norte do país (tripas; vitela estufada com arroz de enchidos de Trás-os-Montes; bacalhau confitado com puré de gravanços, Pudim Abade de Priscos…).
Nota: Além da cozinha tradicional, o restaurante serve pratos do dia com produtos frescos escolhidos diariamente pelo Chef nos mercados da região.  

Por seu turno, a garrafeira do restaurante tem capacidade para 3500 garrafas. Neste momento, a seleção conta com 300 referências de norte a sul do país, incluindo ilhas e ainda algumas opções de champanhe. Adicionalmente, o The Lodge disponibiliza mais de 50 opções distintas de vinho a copo, sendo, em Portugal, um dos locais de referência para qualquer enófilo.

Integrados no restaurante do D. Maria, existem dois espaços icónicos: a “Sala dos 30” e a “Sala dos 20”, perfeitas para a realização de eventos privados. Tal como a designação indica, acolhem 20 e 30 pessoas. A imaginação é o limite, já que estas salas reúnem todas as condições para experiências exclusivas: jantares temáticos, provas de vinho, show cooking, entre outras.No exterior, há espaço para uma piscina aquecida com apoio de bar e, claro, uma vista linda para a Serra do Pilar a ponte D. Luís I.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes