Wine Executive Club brinda ao verão em mais um jantar de sucesso

Óscar Mendes - WEC ; Luís Mota Capitão - Herdade do Cebolal
Óscar Mendes - WEC; Tatyana Bezukladnikova, Import Wine LLC
previous arrow
next arrow
 

Óscar Mendes, founder & managing director do Wine & Executive Club (WEC), brindou ao verão com uma plateia de peso, em mais um jantar de partilha este ano, acrescente-se, tão atípico. E talvez por isso, porque reunir convidados à mesa não é, desde há uns tempos, uma tarefa fácil, mas também porque este foi, nas suas palavras “um daqueles jantares em que a harmonização foi total: a meteorologia e a paisagem, a comida e os vinhos, o convívio e as conversa”, o dia acabou da melhor forma. E este encontro saldou-se em mais um sucesso, com um sabor especial.

No cenário sempre sereno e convidativo do The Oitavos, Luís Mota Capitão e os seus vinhos da Herdade do Cebolal e Tatyana Bezukladnikova, da Import Wine LLC, refrescaram e deliciaram os convivas.

Bem podemos começar pelo final para enfatizar os elogios que recebem, a cada evento, as sobremesas do chef de pastelaria do The Oitavos, Joaquim de Sousa. Desta vez, a proposta foi uma combinação de chá, chocolate e alperce que casou na perfeição com o Caios Tinto 2011, trazido pelo produtor Luís Mota Capitão. Ao longo da noite, conhecemos o projeto da Herdade do Cebolal, do qual é a quinta geração de produtores de vinho na família”, descreve Óscar Mendes.

Ao longo do evento, houve espaço para boas descobertas vínicas: os vinhos Palhete 2020, durante o cocktail, e Clarete 2019, a acompanhar a entrada, vinhos mais leves, nos sabores e no teor alcoólico, em linha com o verão. “Neste périplo vinícola até ao concelho de Santiago do Cacém, no extremo sul da região demarcada da Península de Setúbal, ficámos a conhecer a agrofloresta que está a nascer, que contempla até 190 espécies de árvores e que vai baixar a temperatura do ecossistema e aumentar a biodiversidade, prevenindo a seca extrema na vinha”, revela o fundador do Wine Executive Club..

Como em todos os jantares promovidos pelo WEC, o orador convidado tem palco e margem para se dirigir a todos os presentes, em regra entrevistado por uma jornalista que dá a conhecer um pouco da sua vida empresarial. Foi a vez de Tatyana Bezukladnikova que, nesta noite, falou sobre a gastronomia, revelou algumas curiosidades sobre o país onde nasceu, do consumo de vinho, inexistente fora das cidades mais cosmopolitas, e da revolução que está a desencadear com a Import Wine LLC, a empresa russa totalmente detida por capital português, e que desde 2021 marca presença em feiras, conquistou todos os prémios e que se prepara para estar em pontos de venda para chegar ao consumidor final. Um longo caminho, a dar muitos frutos.

Sempre com o sentido de família, a começar pelo marido, José Cardoso Botelho, e pelos dois filhos, Misha e Lisa, Tatyana revelou ainda aos presentes a paixão por ambos partilhada pelo ténis e que, juntos, levaram mais longe através da iniciativa Vanguard Stars, com a chancela do grupo Vanguard Properties, que visa incentivar a prática desportiva entre os mais jovens, ao mesmo tempo que promove um estilo de vida mais saudável.

Seguiu-se a prova do Herdade do Cebolal Branco Vinha Casa Branca 2019, um projeto mais pessoal que ganha o nome da herdade e reflete as preocupações com a sustentabilidade: “a troca da cápsula por cera de abelha, o rótulo reciclado, o vidro menos pesado, feito de um material que permite voltar à terra e, assim, devolver tudo o que a terra dá”. Depois, ainda sem rótulo, o Vinha do Rossio 2016, resultado de uma vinha plantada pelos avós e bisavós de Luís Mota Capitão. E, de novo, aqui refletido “o sentido de família, de continuidade do legado e da construção do futuro a pensar nas novas gerações”.

Sponsors: Aston MartinLisboa, SensaCaffe, FLuxury Magazine, Clarins Portugal, Ermenegildo Zegna (Avenida da Liberdade – Lisboa).

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes