Alta Joalharia: Jaeger-LeCoultre apresenta Reverso One Precious Flowers

Tal como uma tela em branco para a expressão artística, a caixa com duas faces de Reverso é única no setor da relojoaria, oferecendo aos artesãos do Atelier de Métiers Rares® da Jaeger-LeCoultre a oportunidade de explorarem ao máximo o seu savoir-faire em artes decorativas.

2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3292401_CLOSE-UP_2148196
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3292430_STILLLIFE_2148221
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3292430_CLOSE-UP_2148198
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3293401_CLOSE-UP_2148199
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3293401_STILLLIFE_2148226
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3293420_CLOSE-UP_2148197
2021_JLC_REVERSO_ONE_PRECIOUS_FLOWERS_Q3293420_STILLLIFE_2148220
previous arrow
next arrow

A Maison apresenta quatro novos modelos Reverso One este ano, que combinam os códigos da alta-relojoaria, dos ofícios artesanais e da alta-joalharia para enriquecer a coleção com cores frescas, sofisticação e glamour. A criação destes relógios de exceção exigiu a união de múltiplos talentos artísticos – da esmaltagem à gravura, passando pela cravação – e uma notável colaboração entre artistas altamente qualificados que estão no auge das suas competências criativas.

Inspirada pelas joias decorativas usadas na década de 1920, a equipa artística da Jaeger-LeCoultre criou quatro extraordinários modelos que celebram a poesia das flores: dois modelos em ouro branco e dois em ouro rosa, destacando, cada um, destacar raros ofícios artesanais em diferentes combinações.

Com tanto de sóbrio como de elegante, os mostradores deixam subtilmente entrever a delicadeza destes relógios: o brilho da madrepérola branca é acentuado pelos algarismos e pelos detalhes dourados que definem os quatro cantos do mostrador. Por sua vez, o fundo da caixa, no verso, revela toda a sensibilidade artística e as diversas competências residentes na Manufatura Jaeger-LeCoultre, graças a uma equipa de artesãos de diferentes áreas que colaboram num processo cuidadosamente orquestrado ao longo de diversas semanas e meses. No âmbito de projetos tão complexos como colaborativos, é essencial que os artesãos respeitem uma ordem precisa no trabalho. Depois de realizada a gravação das peças, segue-se a esmaltagem, que exige a aplicação de várias camadas de pigmentos de modo a acrescentar riqueza, nuance e profundidade visual. Após a aplicação de cada camada, é necessário submeter o esmalte a elevadas temperaturas para fixar a cor, segundo uma técnica rigorosa que implica muitos dias. Por fim, de acordo com o modelo, o fundo é lacado, decorado com madrepérola ou cravejado de diamantes.

Precious Flowers em quatro interpretações

Símbolo da pureza, da devoção e da honra da linguagem das flores, os lírios brancos são o motivo decorativo das caixas em ouro branco. O fundo em ouro foi gravado em relevo, uma técnica que consiste em esculpir o metal de modo que apenas os contornos do motivo floral surjam em relevo. Cada uma das flores é inteiramente gravada à mão, reproduzindo detalhadamente a textura das pétalas dos lírios. Em contraste com os tons frios do ouro branco, as folhas foram esmaltadas respetivamente em azul profundo e em azul-claro. O tom azul-celeste do fundo foi obtido através da disposição precisa em camadas de finíssimas lâminas de madrepérola cortadas no exato formato. Já a caixa foi toda ela preenchida com diamantes em cravação grão, ao passo que a coroa surge adornada com um diamante em cravação invertida.

Os jarros rosa, símbolo da admiração e de reconhecimento, complementam os tons quentes de uma das caixas em ouro rosa. As flores são esmaltadas com nuances em degradé rosa, ao passo que as folhagens são inteiramente cravejadas de diamantes, oferecendo um contraste bem marcado com o fundo negro lacado. A coroa é adornada com um diamante em cravação invertida e o conjunto da caixa é revestido com diamantes em cravação grão.

Dois modelos inteiramente cravejados de diamantes são igualmente realçados por jarros: os jarros violeta (na caixa em ouro rosa), símbolo do charme e da paixão, e os jarros azuis (na caixa em ouro branco), símbolo da graça e do refinamento. Em ambos os relógios, as flores e as folhas são esmaltadas e todo o fundo é incrustado de diamantes, em cravação neve – uma técnica que exige aproximadamente uma hora para cravar apenas cinco a seis pedras. No total, a cravação destas duas peças compreende um total de 95 horas de trabalho. As caixas são perfeitamente cobertas pelo motivo floral, do fundo à luneta, sem esquecer as curvas e os ângulos que acrescentam um elevado nível de complexidade ao trabalho dos artesãos.

Dotados de uma caixa Reverso One alongada e de braceletes coloridas em pele brilhante de aligátor, os novos relógios são uma expressão da elegância feminina. Naturalmente, tendo em conta o domínio da técnica em relojoaria, a Maison não hesitou no que diz respeito ao movimento. Os modelos Reverso One Precious Flowers foram, por isso, equipados com o Calibre Jaeger-LeCoultre 846 de corda manual, um movimento de forma especialmente desenvolvido para o Reverso.

Disponíveis em edições limitadas de apenas 10 exemplares, cada uma destas obras de arte em miniatura apresenta algumas subtis diferenças entre si: os detalhes requintados e as nuances coloridas refletem os gestos precisos de cada artesão, pelo que exprimem as suas paixões e personalidade, bem como as suas incríveis competências. Concebidos como uma ode à feminilidade do século XXI, em homenagem às mulheres que inspiram diariamente a Jaeger-LeCoultre, os novos Reverso One são um testemunho do savoir-faire relojoeiro, artesanal e joalheiro desta renomada Casa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes