Benamôr lança o clássico da marca com novo tamanho

FK3B1238
2-FK3B1257
CremedeRosto90sombra
previous arrow
next arrow

A Benamôr (1925), marca lisboeta fundada por um misterioso apotecário que criava pomadas milagrosas – cujas receitas eram elaboradas à base de ingredientes naturais -, é hoje um nome incontornável para muitas amantes da beleza natural. Em pouco tempo, as bisnagas Art Déco conquistaram o coração das beldades lisboetas, incluindo a Rainha D. Amélia, fiel à marca durante toda a sua vida. Um século depois, a Benamôr continua a ser uma marca querida dos portugueses, a preservar o savoir-faire que tem passado de geração em geração e que confere aos seus tratamentos uma qualidade excecional.

Formulado em 1925, o Créme de Rosto foi a primeira criação da Benamôr, mantendo-se inalterado desde então. Creme intemporal, é um caso único de sucesso da cosmética mundial, dada a sua excecional longevidade. Quase a cumprir cem anos, ainda é um bestseller, tendo sido vendidas mais de 10 milhões de unidades em Portugal desde 1925!

Para comemorar a relação de respeito e longevidade com o parceiro Sociedade Artística, fornecedor português das bisnagas Benamôr de alumínio há 95 anos, a marca criou uma edição limitada do Créme de Rosto –  uma bisnaga maior mas igualmente bonita, assim é o Créme de Rosto Queen Size (90 ml).

A sua fórmula secreta mistura ingredientes com propriedades anti-manchas e extratos purificantes e tonificantes, como o concentrado calmante de rosas biológicas. Este creme hidrata e unifica a tez, dando um aspeto radiante à pele, e pode ser utilizado como creme de dia ou como primer contra imperfeições. Para celebrar o Dia da Mãe, a Benamôr lança ainda uma Bolsa de Rosto em edição limitada, que contém o novo formato do Créme de Rosto 90 ml, a Água Micelar e o Creme de Lábios.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes

Joias de cabelo

Incontornáveis na passarela das últimas semanas de moda de Paris e Nova Iorque, os adornos