Dirk Niepoort e Ljubomir Stanisic lançam vinho “Sem Maneiras”

Desenvolvido com o reconhecido chef e aludindo ao seu espaço, agraciado com a distinção de uma estrela Michelin, este vinho tinto da região de Portalegre, assumidamente gastronómico, vem selar uma verdadeira amizade.

DirkNiepoorteLjubomirStanisiclancamvinhoSemManeiras02
DirkNiepoorteLjubomirStanisiclancamvinhoSemManeirasSemManeiras_2017
DirkNiepoorteLjubomirStanisiclancamvinhoSemManeiras05
previous arrow
next arrow

Há mais de dez anos que Dirk Niepoort e Ljubomir Stanisic são amigos. O produtor de vinhos e o chef partilham a paixão pela boa comida e, claro, por bons vinhos, elementos fundamentais para memoráveis repastos. No passado, já ambos tinham feito alguns vinhos do Douro em conjunto, como é o caso de “Bicho do Mato” ou “”. Mas quando Ljubomir provou pela primeira vez  um tinto criado por Dirk em Portalegre, ficou impressionado pelas características diferenciadoras da região que se refletem em vinhos irreverentes e marcantes – e, sem hesitar, os dois retomaram a ideia de lançar novamente um vinho. Assim, num jantar em casa de Ljubomir, em Grândola, Dirk levou consigo três amostras do vinho oriundo de Portalegre, que apresentavam estruturas diferentes. A partir dali, procuraram o vinho que resultasse “mais gastronómico” – aquele que servisse melhor os vários pratos do chef.

E o resultado é este “vinhão”, apelidado de “Sem Maneiras”, que Dirk e Ljubomir lançam agora – uma edição limitada de um vinho DOC de Portalegre, de 2017. Um segredo bem guardado, que andava a ser “cozinhado em lume brando” e que vê a luz do dia ainda este mês, podendo ser adquirido nos espaços dos hipermercados Continente. “Este ‘Sem Maneiras’ é um primeiro passo para um vinho Niepoort alentejano, mas não demasiado alentejano”, explica Dirk Niepoort, à frente da centenária casa Niepoort. “É feito a partir de vinhas velhas, em vinhas de altitude, quase sem madeira, sem extração, numa região que me fascina e que tem um potencial enormíssimo”, complementa. “Os vinhos desta região são mais leves, mais frescos e têm uma personalidade muito vincada”.
Do Alto Alentejo, entre a planície e a altitude da serra de S. Mamede, surge este vinho, com a elegância e o equilíbrio dos solos de granito e xisto. Tendo estagiado 24 meses em ânfora, é também um vinho de contrastes, entre o calor do Alentejo e a frescura da Serra; entre a robustez e a delicadeza do vinho; entre a exaltação de Ljubomir e a tranquilidade de Dirk. A cor deste novo “Sem Maneiras” é aberta e intensa. No nariz, apresenta notas balsâmicas e florais, sobre uma base de frutos vermelhos. Na boca, torna-se redondo, elegante e com um excelente equilíbrio de acidez. Sem dúvida, é um vinho marcadamente gastronómico, que Dirk Niepoort sugere que possa acompanhar o prato de polvo que Ljubomir Stanisic tem na carta do seu restaurante com o mesmo nome. Mas é também um tinto que acompanhará, certamente na perfeição, os pratos que os portugueses colocarem na sua mesa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes

Joias de cabelo

Incontornáveis na passarela das últimas semanas de moda de Paris e Nova Iorque, os adornos