Tombolo contribui para causas ambientais através dos seus novos polos retro

A marca unissexo que modernizou as camisas havaianas acabou de adicionar uma nova linha à sua oferta, com uma novidade: 100 % dos lucros dos novos polos William Morris têm como destino ajudar o planeta, com a vantagem de podermos escolher a forma de fazê-lo.

Tombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolos-MichaelSardeChrisGalasso
Abertura-Tombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolos00
TombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolosEarth_Cabana_Green
Tombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolos01
Tombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolos04
Tombolocontribuiparacausasambientaisatravesdosseusnovospolos03
previous arrow
next arrow

Os amigos Michael Sard e Chris Galasso lançaram a Tombolo em 2018 com apenas uma peça em mente: a camisa havaiana. Tal produto representava nostalgia, evasão e atitude. Galasso e Sard empenharam-se em encontrar uma versão contemporânea do icónico item que combinasse a quantidade certa de excentricidade com a sua sensibilidade moderna. A partir daí, decidiram criar uma linha própria. Um hobby que rapidamente se tornou uma séria missão. E a Tombolo evoluiu para marca de culto preferida por muitos, de insiders da indústria a celebridades, como Jay Z, ou atletas importantes, como Blake Griffin.

Com a visibilidade veio também o sentido de responsabilidade social. E embora a marca já tenha feito a sua parte, doando para diversas organizações de caridade alinhadas com a sua visão, o meio ambiente é este ano a prioridade dos dois fundadores. Assim, e desde o dia 18 de março até ao Dia da Terra, a 22 de abril, a Tombolo irá doar 100% dos lucros dos seus polos Earth a três organizações: Oceanic Global, Amazon Watch e Rainforest Trust. Estes novos polos turcos exibem o trabalho do artista britânico do século XIX, William Morris, também ele um ativista ambiental na sua época.

O que também moveu Galasso e Sard para avançar com esta nova linha adveio dos inesperados padrões de Morris. Embora sejam os anos 1970, em vez dos 1870, que normalmente inspiram os padrões da Tombolo, os fundadores queriam desafiar o expectável e recontextualizar um design visto com maior frequência em papel de parede. E o resultado de William Morris nos polos acabou por fazer deles excelentes candidatos para uma campanha ambiental.

Os amigos designers decidiram dividir os lucros dos dois polos, um azul e outro verde, entre uma causa oceânica – Oceanic Global – e uma outra arbórea – a proteção da floresta amazónica, partilhada igualmente entre Amazon Watch e Rainforest Trust, cabendo aos clientes a decisão de qual organização apoiar no ato da compra. Além dos polo Earth, Galasso e Sard incorporaram práticas ecológicas nas suas coleções ao longo de todo o ano. Além disso, asseguram que pelo menos um dólar por cada artigo vendido, durante todo o ano, será destinado a causas humanitárias. Se não bastassem todas estas iniciativas para aderir à Tombolo, sem dúvida estes dois novos polos irão fazer sentir-se bem ao usá-los este verão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes