Coleção Métiers d’Art 2020/21 Le Château des Dames, por Chanel

abertura-Chanel-2
abertura-Chanel-2
ccc-ma2017-19-10191
ccc-ma2017-19-10191
ccc-ma2017-13-1004-10-cmyk-les-4-ombres-modern-glamour3
ccc-ma2017-13-1004-10-cmyk-les-4-ombres-modern-glamour3
ccc-ma2017-09-10041
ccc-ma2017-09-10041
ccc-feed-post3-1080x1350-3
ccc-feed-post3-1080x1350-3
ccc-ma2017-13-12126
ccc-ma2017-13-12126
ccc-ma2017-09-1506-1-cmyk1
ccc-ma2017-09-1506-1-cmyk1
ccc-feed-post3-1080x13501
ccc-feed-post3-1080x13501
ccc-ma2017-13-11091
ccc-ma2017-13-11091
ccc-ma2017-09-1072
ccc-ma2017-09-1072
ccc-ma2017-09-1202-2-cmyk
ccc-ma2017-09-1202-2-cmyk
previous arrow
next arrow

Todos os meses de dezembro, desde 2002, que a Chanel apresenta uma coleção Fashion Métiers d’Art. Desta feita, a coleção destaca o diálogo criativo entre Virginie Viard, diretora artística das coleções de moda da Chanel, e as Maisons d’art, numa constante valorização das criações da marca francesa de luxo. A coleção ready-to-wear 2020/21 celebra as capacidades de exímia precisão dos artesãos – dos fabricantes de penas de Lemarié, às bordadeiras de Lesage e do Atelier Montex, dos ourives de Goossens aos fabricantes de luvas de Causse Gantier. Este ano, a mostra de “Métiers d’art 2020/21” aconteceu  no Château de Chenonceau, localizado no Vale do Loire, também conhecido como “Le Château des Dames”.

“A coleção incorpora o espírito renascentista. É uma interpretação muito moderna de mulheres fortes (…) A maquilhagem é gráfica e forte, exagera os olhos, dando-lhes uma forma maior e mais ampla. O visual enfatiza o preto e o fosco nos olhos, com lábios claros e brilhantes e uma pele efeito fosco”, assim descreveu Lucia Pica, a Make up Artist e Colour Designer da Chanel.

Por Fátima Magalhães

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes