Lamborghini celebra 50º aniversário do Urraco

Lamborghini Urraco
Lamborghini Urraco
Lamborghini Urraco

Este ano assinala o 50º aniversário do modelo Lamborghini Urraco, revelado pela primeira vez no Salão Automóvel de Turim no final de outubro de 1970, com a produção a ser finalizada anos mais tarde. Este desportivo destacou-se por ter introduzido soluções técnicas, à época inovadoras, graças ao contributo prestado pelo engenheiro Paolo Stanzani, o “pai” do Urraco no plano técnico, e então Diretor Técnico da Lamborghini. As linhas estilísticas do projeto foram confiadas a Marcello Gandini, o principal designer da Carrozzeria Bertone naquela altura.

O Urraco é um veloz coupé 2+2 com motor V8 montado em posição central traseira e suspensões independentes, com estruturas MacPherson tanto à frente como atrás, tal constituindo uma estreia para um automóvel de produção. Inicialmente apresentado com o motor V8 de 2,5 litros, capaz de disponibilizar 220 cv às 7800 rpm, e de permitir alcançar uma velocidade máxima de 245 km/h, o Urraco chegava aos 100 km/hora em 6,9 segundos.

O refinamento técnico foi completado com o cabeçote de motor “Heron”, com secção interior plana e a câmara de combustão inserida numa depressão na parte superior do pistão. Tal combinação tornava possível a utilização de uma taxa de compressão mais elevada sem aumentar os custos. Outra novidade para a Lamborghini era a montagem de quatro carburadores Weber 40 IDF1 de corpo duplo.

Com 4,25 metros de comprimento, o interior do Urraco era altamente inovador no que respeita à configuração do painel frontal de instrumentos e da posição dos instrumentos, bem como do volante abaulado.

Lançado como P250 Urraco, em que o “P” representava a posição posterior do motor e 250 a capacidade do motor (2,5 litros de cilindrada), este desportivo foi produzido entre 1970 e 1976. Quatro anos mais tarde, foi proposta a variante P200 (1.994 cc e 182 cv) e a versão P300, com 2.996 cc e 265 cv, para o mercado italiano. A versão P300 seguinte, apresentada em 1974, foi produzida de 1975 a 1979 e fazia 5,6 segundos dos 0 aos 100 km/hora, para uma velocidade de ponta de 260 km/hora. O conceito testado com êxito deste modelo tornou-se fonte de inspiração para os seguintes, de oito e dez cilindros, do construtor transalpino, refletindo-se no Gallardo e no atual Huracán. Tal sucesso do Urraco é razão de sobra para a Lamborghini comemorar o 50º aniversário de tão distinto modelo.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes