Ilhas privadas e retiros isolados são os mais procurados

previous arrow
next arrow
Slider

Possuir uma propriedade à beira-mar ou uma ilha privada sempre foi considerado o luxo supremo. Tais retiros de luxo, em locais isolados, oferecem a oportunidade do afastamento ideal da agitação do dia-a-dia. E nestes tempos particularmente turbulentos, o apreço pela absoluta privacidade é exponencial, assim como a segurança e a exclusividade de um espaço privado para desfrutar apenas com amigos e familiares.

Aumenta, assim, a procura de retiros no segmento de luxo. E, tal como no caso das propriedades de luxo, não há um limite máximo de preço para a aquisição de ilhas privadas. “O tamanho, localização geográfica, acessibilidade e potencial de desenvolvimento determinam o preço da compra. Os edifícios existentes e as suas comodidades também influenciam o valor do mercado”, defende Ron Krueger, Managing Director da Engel & Völkers Kinsale/Cork. Durante a pandemia do Coronavírus, dentro do segmento premium tem vindo a registar-se um interesse crescente em propriedades localizadas em locais isolados. Um destes exemplos? A venda da “Horse Island” por 5,5 milhões de euros, ao largo da costa da Irlanda. “Estes tipos especiais de propriedades oferecem aos proprietários um local de refúgio junto à água, onde podem sentir a proximidade com a natureza, ao mesmo tempo que desfrutam do conforto, do luxo, da máxima privacidade e flexibilidade absoluta”, conclui Ron Krueger.

No coração das Caraíbas, também a ilha privada “Long Caye”, que oferece total privacidade com um pano de fundo natural único, está disponível para venda. Situada no Belize, país da costa oriental da América Central, conhecido pela sua extrema biodiversidade e ecossistemas únicos, e possuidor do segundo maior recife de coral do mundo, a ilha pode ser adquirida por um preço de cerca de 63 milhões de euros (75 milhões de dólares americanos). A Engel & Völkers é a responsável pela intermediação da exclusiva ilha privada “Long Caye”, que fica a cerca de 19 quilómetros (12 milhas) da costa da Península de Placencia, no sul do Belize.

A ilha, que mede aproximadamente 16 hectares, é uma das mais conhecidas dessa região e garante isolamento, bem como intimidade. Na propriedade, há um total de seis pequenas cabanas que oferecem vistas deslumbrantes sobre o Mar das Caraíbas. “Long Caye” tem o seu próprio abastecimento de água e eletricidade, bem como uma marina, e revela-se com praias brancas e arenosas, águas cristalinas e magníficos recifes de coral, oferecendo condições perfeitas para desportos aquáticos e pesca. Graças à localização de primeira qualidade e ligações ao continente, a ilha também serve como estância turística.

Para responder à inusitada procura, a Engel & Völkers, uma das principais empresas globais especializada na compra e venda de imóveis residenciais premium, imóveis comerciais, iates e aeronaves há mais de 40 anos, e presente em Portugal desde 2006, está a mediar outras interessantes propriedades, tais como:

Nido del Pellegrino

Na ilha de Favignana, uma das ilhas Égadi no Mediterrâneo, ao largo da costa ocidental da Sicília (Itália), a Engel & Völkers está a vender o Nido del Pellegrino Resort por 3,8 milhões de euros. O antigo complexo militar, com aproximadamente sete hectares, possui um total de dez apartamentos e duas suítes com vista para o mar. Não muito distante do resort, existem várias pequenas ilhas e enseadas que oferecem as condições perfeitas para diferentes atividades de lazer.

Península particular na África do Sul

Em Rooi-Els, uma aldeia na região de Overberg (África do Sul), uma residência exclusiva com um total de 684 metros quadrados está à venda por 3,33 milhões de euros. A propriedade localiza-se numa península e possui quatro quartos, quatro casas de banho, quatro garagens, uma piscina e um terraço espaçoso. A moradia oferece magníficas vistas panorâmicas da False Bay, uma baía no Cabo da Boa Esperança, na parte sudoeste da África do Sul, e está rodeada por natureza intocada – um santuário ideal onde se pode recuperar do stress da vida quotidiana.

Regista-se, sem dúvida, um aumento da procura de propriedades em locais isolados, o que, segundo a Engel & Völkers, pode resultar em excelentes oportunidades de investimento.

Por João Libério

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes