Alta-fidelidade – Sistemas de som high-end para desfrutar em casa

Alta-fidelidade — ou hi-fi — é um termo usado por entusiastas de áudio doméstico quando se referem à reprodução de som de alta qualidade. Idealmente, um equipamento de alta-fidelidade possui quantidades mínimas de ruído e de distorção, com uma resposta de frequência precisa. E um bom sistema de som é uma ferramenta essencial para criar um ambiente perfeito e luxuoso em cada casa.
Os puristas preocupam-se, sobretudo, com a qualidade do som; outros audiófilos estão mais interessados no design e há ainda aqueles que precisam de estar sempre um passo à frente, para se destacarem da multidão. A pensar nisso, reunimos algumas opções elegantes e modernas, que acrescentam valor à decoração da casa e que representam o futuro do áudio doméstico.

previous arrow
next arrow
Slider

Ruark Audio

R7 e R5

A marca de áudio de luxo britânica Ruark Audio alia o som potente e encorpado ao seu design elegante e moderno. Não é de admirar que as suas criações tenham sido apelidadas de Aston Martin dos altifalantes, ao projetarem sistemas de música que, primeiro, chamam a atenção e, depois, seduzem os ouvidos. Na programação da Ruark Audio destacam-se dois sistemas de som, o R7 e o R5, que resultam ser tão bons quanto aparentam. Com um visual retro, pormenores de madeira e contornos elegantes, prestam homenagem aos aparelhos do passado mantendo um perfil contemporâneo. Cada sistema possui ainda o controlo rotodial exclusivo da Ruark Audio, um botão de controlo circular não muito diferente dos mostradores rotativos dos telefones e rádios de outrora. Os altifalantes criados pela marca familiar — independentemente do tamanho — produzem sons bonitos e claros, que ressoam por todo o espaço. A acústica é quente e diferenciada, enquanto os graves são poderosos, mesmo nos aparelhos mais pequenos.

Bose

Wave SoundTouch IV

O fabricante de áudio de luxo Bose disponibiliza conectividade de ponta sem fios nos seus altifalantes de classe mundial Wave SoundTouch IV — um sistema de áudio doméstico que torna mais fácil do que nunca reproduzir CD (se ainda for o caso), ouvir rádio ou transmitir músicas favoritas. Dotado de uma poderosa aplicação, a mesma conecta-se a todos os serviços de streaming que estiver a usar, tais como Spotify e Apple Music, via Bluetooth e Wi-Fi. A tecnologia de altifalantes Waveguider oferece um som realista e preenche o espaço de forma sofisticada. É, ainda, possível combinar o sistema com ferramentas como Alexa (Amazon) para usar os comandos de voz de forma a controlar o que se deseja reproduzir. O Wave SoundTouch também pode ser conectado a outros dispositivos para poder ouvir música em toda a casa.

Bang & Olufsen

Beosound Balance e Beosound Edge

A marca de áudio dinamarquesa Bang & Olufsen produz altifalantes de alta qualidade e com alto enfoque na estética desde 1925. Explorando o impacto visual de linhas minimalistas, combinadas com texturas e gamas que reúnem as cores da moda, a oferta da BO abrange aparelhos e acessórios de pequeno porte, portáteis, além de altifalantes domésticos e muito mais. O seu último lançamento — o Beosound Balance — é um altifalante inteligente sem fios que combina a estética elegante com o alto desempenho de som. Tem uma interface inovadora, oculta quando não está em uso, e sete drivers de altifalantes cuidadosamente posicionados com tecnologia de formação de feixe, o que permite escolher entre som potente, que enche uma sala, para ouvir todos os dias, e a opção sonora para experiências musicais precisas e imersivas. Além disso, dois woofers opostos geram um som grave poderoso. Entre os produtos de áudio mais originais da Bang & Olufsen, pelo qual recebeu o prémio do design mais minimalista, está o Beosound Edge, que permite duas opções de posicionamento: como uma peça circular colocada no chão ou aplicada na parede, desafiando a gravidade.

Cabasse

La Sphère e The Pearl

A Cabasse é bem conhecida pelos seus altifalantes coaxiais esféricos, que atingem o pico com La Sphère, de 130 cm de altura. A marca francesa desenvolveu ainda uma versão muito mais compacta: o The Pearl. O design esférico do La Sphère faz dele o único sistema do mundo de “fonte pontual” com quatro vias. A esfera de 70 cm parece pouco convencional, mas a sua forma permite que o altifalante desapareça como fonte de som, de modo a que se ouça apenas a música. Com o The Pearl, altifalante de streaming inteligente, a Cabasse sugere uma versão mais modesta do seu La Sphère num altifalante esférico com 32 cm de altura. Este é ainda o primeiro triaxial da marca, com uma saída de som equivalente à de um carro de Fórmula 1 (118 dB) e uma amplificação de pico de 3200 W, em que a sua forma esférica não está apenas de acordo com a estética icónica da marca, como também é ideal para obter coerência espacial.

Bowers & Wilkins

Zeppelin Wireless e Formation Wedge

Desde 1966 que a “busca pela perfeição” da Bowers & Wilkins tem resultado numa sequência de inovações em caixas acústicas que têm vindo a satisfazer os mais exigentes e apurados ouvidos do mundo. Depois de a especialista em áudio britânica ter lançado o altifalante Zeppelin Wireless há mais de um ano, e reconhecido como peça sublime, este regressa agora com uma roupagem ainda mais elegante. Assemelhando-se a uma miniatura de um zepelim real, pode servir apenas enquanto altifalante assim como elemento de decoração interior.

Por seu turno, o mais recente lançamento — B&W Formation Wedge — é igualmente bem desenhado, com uma estética notável, além de oferecer um som potente e limpo, com agudos nítidos e graves robustos bem medidos. Com um design que vale a pena ser exibido, e sem fios, este aparelho é compatível com Apple AirPlay 2, aptX HD Bluetooth, Spotify Connect e Roon Ready.

Devialet

Phantom

O debate entre a amplificação analógica e a digital termina com o Phantom, da Devialet, um altifalante sem fios que projeta acústica ultradensa usando a tecnologia Analog Digital Hybrid — que amplia o som sem distorção ou ruído de fundo. O mais recente Gold Phantom supera essa conquista, sendo oito vezes mais poderoso do que o Phantom original, com a promessa de nos permitir ouvir músicas o mais próximo possível das intenções de qualquer artista. O sistema de som, fabricado em França, ostenta um impressionante acabamento banhado a ouro rosado de 22 quilates e um tweeter de titânio. São 4500 W de potência e um máximo de 108 decibéis de impacto físico e uma resposta de frequência de 14 Hz a 27 kHz (muito fora do alcance do ouvido humano). Equipado com sistema Bluetooth e WI-FI, tem um design, no mínimo, diferente. Arrojado, o seu estilo faz lembrar, remotamente, um para-choques de carro retro. Se preferir o tom prateado pode optar pelo Silver Phantom, além do modelo mais “normal”, o Phantom White, ou a edição especial Phantom Opéra de Paris | Devialet, que, inspirado nos icónicos interiores dourados daquele espaço, apresenta o logótipo da Ópera de Paris e placas laterais em folha de ouro, finalizadas pelos Ateliers Gohard.

Martin Logan

Summit X e Crescendo X

Geralmente assume-se que a Martin Logan foi fundada por dois homens, Martin e Logan, o que é quase verdade: Gayle Martin Sanders e Ron Logan Sutherland são os seus fundadores. O Summit X foi o primeiro altifalante eletrostático híbrido da marca a usar a dispersão controlada para baixas frequências. Usando a tecnologia Dispersion PoweredForce™, proporciona uma mistura perfeita com o transdutor XStat™. Quatro pés modulares e inovadores ajustam a dispersão vertical numa faixa de 12 graus, enquanto o nível de 50 Hz controla a saída do woofer para proporcionar graves suaves, limpos e poderosos em todo o ambiente. Já o Crescendo X apresenta materiais e acabamentos de alta qualidade, que lhe conferem uma aparência escultórica. Embora as suas linhas curvas e o suporte de alumínio possam ser algo retro, os componentes eletrónicos são muito atuais. Um woofer grande lida com frequências baixas e médias, com dois tweeters a fornecerem som alto e limpo. Alimentado pelo seu próprio amplificador Classe D para uma clareza excecional, o Crescendo X não é apenas compatível com o AirPlay2 da Apple, como também suporta o DTS Play-Fi e possui certificação “Works with Alexa”.

Por João Libério

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes