Wine Experience by Cláudio Martins – Rosés & Brancos para um verão diferente

previous arrow
next arrow
Slider

Rosés e vinhos de curtimenta

Este será certamente um verão diferente, na companhia de um bom rosé para desfrutar no seu próprio rooftop. Escolher o rosé certo poderá, sem dúvida, elevar qualquer experiência de autoisolamento.

01. Cascale 2018 – Beira Interior

Vinho de curtimenta, onde existe um contacto mais prolongado entre o sumo da uva e as películas. Feito de uma casta icónica da região da Beira Interior, apresenta‐se com aromas sedutores, onde impera a nota floral aliada às notas frutadas. Um vinho misterioso, intrigante, que no sabor mostra a sua parte jovial. Seco, fresco, sedoso e encorpado com final apetecível. Ideal para degustar ao final da tarde depois da praia ou piscina. Escolha acertada para bacalhau e polvo. Seja ousado e experimente com churrasco. Primeiro estranha‐se, depois entranha‐se!
Copo zalto Burgundy; temperatura 10/12°

02. Quinta da Boa Esperança Rosé 2019 – Lisboa

Cor que cativa, aromas que nos fazem recordar o encanto da primavera. Frutado e floral, com sabor seco, boa acidez, com ligeira salinidade devido à proximidade do mar. Bom corpo e final refrescante. Escolha acertada para dias quentes de verão. Ótimo para conversas entre amigos. Vinho cheio de frescura e vivacidade!
Copo zalto Universal; temperatura 12/14°

Brancos

Com a chegada dos dias cálidos do estio, há um desejo por vinhos mais leves e refrescantes. Os vinhos brancos assumem esse dever sem nenhum esforço: são nítidos, leves, aromáticos, refrescantes e geralmente têm níveis mais baixos de álcool do que os tintos, mantendo‐nos relaxados, revitalizados e menos desidratados.

03. Sou Alvarinho 2018 – Minho

Intenso, eletrizante como se de uma música de rock se tratasse. Cativa pelo aroma, chama a atenção pelo sabor seco. Vibrante e irreverente, com final cheio de ritmo e persistência. Ideal para partilhar com os amigos ao som de um bom rock! Escolha acertada para peixes e mariscos.
Copo zalto Universal; temperatura 8/10°

04. Taboadella Gande Villae 2019 – Dão

De uma quinta cheia de história na região, nasce algo que conquista pelos aromas florais e frescos. Sabor seco, acidez bem presente, dando frescura, frutado e floral. Bom corpo e final agradável e aprazível. Ótima escolha para mariscos e peixes. Ideal para conhecer a identidade da região.
Copo zalto Burgundy; temperatura 8/10°

05. Magma 2018 – Açores

Um mergulho no mar! Aromas salinos e minerais, frescos e envolventes. Sabor seco, acidez bem marcada, aliada à salinidade característica. Bom corpo. Final intenso e volumoso. Ideal para tardes de verão ao som de uma boa música jazz.
Copo zalto Universal; temperatura 8/10°

06. Maria Izabel ‘Vinha da Princesa’ 2015 – Douro

Cores de princesa cativantes! Aromas sedutores, florais e frutados, aliados a um perfume elegante, onde a madeira está equilibrada. Sabor rico, seco, denso e envolvente. Encorpado e com um final majestoso. Um dos grandes vinhos do Douro. Ideal para partilhar com os grandes amigos. Escolha acertada para usufruir de um serão animado de verão. Um vinho de princesa que parece ascender a rainha.
Copo zalto Burgundy; temperatura 10/12°

Cláudio Martins & Rodolfo Tristão by Martins Wine Advisor

A Martins Wine Advisor, consultora internacional dedicada à área vínica, desenvolve o seu trabalho promovendo novos produtos, introduzindo‐os em novos mercados, e oferecendo aconselhamento especializado a empresas, particulares, colecionadores e enófilos em todo o mundo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes

Mônica Rosenzweig

Natural do Rio de Janeiro, a designer de joias viu a sua criatividade ser o