Descapotáveis de alta gama para o verão

previous arrow
next arrow
Slider

O sol vai alto, o tempo está quente e há toda uma estrada que se estende à nossa frente. Esta é, sem dúvida, a oportunidade ideal para aproveitar um passeio de carro, ao ritmo relaxado da season. E o que poderia fazer deste passeio algo ainda mais especial? A vantagem de remover o tejadilho e deixar entrar a brisa fresca de verão. Existem vários modelos de descapotáveis, o que pode dificultar a escolha, mas a equipa da F Luxury fez o trabalho por si e selecionou os must‐have do momento. O denominador comum? Design, performance e… luxo. Tudo isto a céu aberto.

Bentley Continental GT Convertible Equestrian Edition

O exclusivo automóvel sugere uma infinidade de características distintas, com base nos pontos fortes do icónico Grand Tourer descapotável da Bentley. De edição limitada, é feito sob medida para os fervorosos amantes do desporto equestre. Inspirado no famoso festival equestre de Cheltenham, o imponente descapotável, alimentado pelo motor W12 de seis litros, com turbo‐compressor, é finalizado no exterior numa tonalidade de verde especialmente distinta designada de verde Spruce.

Porsche 718 Boxster GTS 4.0

Inspirado pelos Speedsters e Spyders minimalistas do final dos anos 1950 e início dos anos 1960, o layout intermediário do motor e a acessibilidade relativa do Boxster deram à Porsche um produto superior ao 911 mais antigo. Com a nova versão GTS 4.0 e o retorno da potência clássica de seis cilindros, também disponível no Cayman, este motor é melhor apreciado ao ar livre, onde o som evocativo e o manuseio perfeito se combinam para uma experiência de condução fantástica.

Mercedes S-Class Cabriolet

A Mercedes tem uma longa e orgulhosa história de construir grandes descapotáveis de luxo. Esse potencial de extravagância foi canalizado com sucesso para o moderno cabriolet da Classe S, que é uma das melhores soluções para uma viagem confortável com quatro pessoas, a céu aberto, num ambiente de alto luxo. O modelo, que alia a comodidade a um design sedutor, tem um motor V8 de 469 cv na versão mais básica da gama.

Aston Martin DBS Superleggera Volante

Esta é a versão aberta superior do coupé DBS Superleggera, uma evolução extrema do DB11 que anunciou a reinvenção do “segundo século” da marca. Com 725 cv – acelera dos 0 aos 100 km/h em apenas 3,6 segundos –, pode alcançar 340 km/h de velocidade máxima, este Superleggera Volante foi desenhado e construído como um GT luxuoso, mas com o desempenho de um hipercarro.

Rolls-Royce Dawn

Nos primeiros tempos da Rolls-Royce, todos os seus modelos tinham capota móvel de modo que havia toda uma herança em que o Dawn podia basear‐ se. Este modelo segue os seus “irmãos” Wraith e Ghost no recurso a equipamentos de corrida e acessórios internos, combinando o estilo tradicional com a tecnologia moderna. Em termos de estilo, o Dawn é um cabriolet sempre elegante, com ou sem capota.

Lexus LC 500 Convertible Este novo Lexus pode ter “perdido” o teto, mas não perdeu de todo o apelo estético já admirado na versão coupé. Apesar de poder recolher a capota, mantém uma configuração 2+2, justificando o nome Convertible e não Roadster. No processo de conversão para uma versão aberta, a Lexus reforçou estruturalmente o seu modelo, recorrendo a materiais como alumínio e magnésio para minimizar o aumento de massa, de modo a garantir características dinâmicas idênticas às do coupé.

Por João Libério

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes