Fórmula 1 adiciona Portimão ao calendário de corridas de 2020

previous arrow
next arrow
Slider

Os Grandes Prémios regressam a Portugal pela primeira vez desde 1996, depois da Fórmula 1 ter adicionado novas corridas em Portimão e nos circuitos clássicos de Imola e Nurburgring ao calendário de 2020.

O Circuito Internacional do Algarve vai receber o Grande Prémio de Portugal – e a sua primeira corrida de F1 – nos dias 23 e 25 de outubro, duas semanas após o Grande Prémio Eifel em Nurburgring, na Alemanha.

E a uma semana daquela corrida histórica em Portugal, o Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Imola, Itália, irá “rugir” ao som dos motores de F1 para o Grande Prémio da Emilia Romagna, com duração de dois dias. O formato exato do fim-de-semana de Imola ainda não foi definido, mas antevê-se que haja apenas uma sessão de treinos antes da qualificação e da corrida. À semelhança do que acontece com Portugal, será a primeira vez, desde 2006 e 2013, respetivamente, que Imola e Nurburgring irão acolher Grandes Prémios de F1.

Esta novidade eleva o número de corridas no calendário de 2020 para 13, com dez corridas – incluindo uma nova corrida em Mugello, Itália -, já anunciadas anteriormente. Como igualmente comunicado, a Fórmula 1 espera que a temporada revista de 2020 tenha entre 15 a 18 corridas, terminando na região do Golfo, em meados de dezembro.

Os detalhes finais do calendário serão divulgados nas próximas semanas, mas devido à pandemia da Covid-19, às restrições locais e à importância de manter as comunidades e as equipas seguras, a Fórmula 1 confirmou que não será possível haver competições no Brasil, EUA, México e Canadá este ano.

“Estamos satisfeitos por continuarmos a fazer grandes progressos na finalização dos nossos planos para a temporada de 2020 e animados em dar as boas-vindas a Nurburgring, Portimão e Imola no calendário revisto”, afirmou Chase Carey, presidente e CEO da Fórmula 1. “Queremos agradecer aos promotores, às equipas e à FIA pelo seu total apoio aos nossos esforços em oferecer a todos os fãs corridas emocionantes nesta temporada e neste período sem precedentes”, conclui.

Por João Libério

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes