Fundação Eugénio de Almeida volta a abrir as portas dos seus espaços

previous arrow
next arrow
Slider

Comprometidos em demonstrar confiança no futuro, motivação e iniciativa, a Fundação Eugénio de Almeida retoma a atividade do Enoturismo Cartuxa e da Loja da Adega.

Com a mesma proatividade, otimismo e esperança a que já nos habituou, e particularmente neste momento de maior dificuldade económica e social, a Fundação Eugénio de Almeida propõe-se a iniciar um percurso para o regresso à normalidade mediante o cumprimento rigoroso de todos os procedimentos necessários de higiene, segurança e distanciamento social indicados pela Direção Geral da Saúde. Depois de um período de portas fechadas ao público, desde o dia 13 de março, o Enoturismo Cartuxa – primeiro estabelecimento desta categoria a retomar o funcionamento no Alentejo – e a Loja da Adega reabrem portas para receber os seus clientes e amigos.

Pioneiro na reabertura na região alentejana, o Enoturismo Cartuxa, que agrega também a Loja da Adega, retoma as visitas à Quinta de Valbom, e sugere o contacto com a história do edifício onde a Adega foi fundada, com a realização de provas de vinhos e azeites.

Com grupos compreendidos entre quatro e seis pessoas, todas as visitas decorrerão com o máximo de zelo e cumprimento de todas as medidas de prevenção necessárias, sendo agora obrigatórios o uso de máscara por parte de todos os presentes, além das rotinas de desinfeção, higienização e ventilação regular de todos os espaços, bem como o controlo de acesso aos mesmos por parte de um guia, responsável também pela sensibilização dos procedimentos de segurança e higiene pessoais. Durante a realização de provas de vinhos e azeites serão assegurados os espaçamentos de lugares e a ausência de partilha de utensílios de prova, tais como pão e pratos de azeite individuais. Adicionalmente, todos os colaboradores terão de dar cumprimento a regras idênticas, destacando-se a atribuição de funções individuais específicas, de forma a diminuir a polivalência e a consequente utilização de equipamentos.

Empenhada em abraçar a normalidade possível, a Fundação EA saúda todos os visitantes, com estas reaberturas, do Enoturismo Cartuxa e da Loja da Adega, em vigor desde o dia 18 de maio, que funcionarão no horário compreendido entre as 10h00 e as 18h00, de segunda a domingo.

Por seu turno, a Enoteca Cartuxa e Cafetaria do Páteo de São Miguel também reabrem com novas medidas de segurança e higiene. Focada em promover a (re)descoberta e a (re)aproximação da comunidade local e dos turistas, à cidade de Évora, a Fundação Eugénio de Almeida volta a abrir as portas dos seus espaços, cumprindo as recomendações da Direção Geral de Saúde. A Enoteca Cartuxa e a Cafetaria do Páteo de São Miguel, legados gastronómicos da Fundação Eugénio de Almeida, reabriram portas no dia 18 de maio, mantendo a mesma oferta de qualidade, mas agora com novas medidas de higiene e segurança.

A necessária e desejada (re)aproximação dos clientes locais, portugueses e estrangeiros, ao que de melhor se faz na cozinha alentejana, é garantida com a criteriosa higienização e desinfeção dos espaços, pelo menos seis vezes por dia, o uso de máscara por parte de clientes e funcionários e a circulação e renovação de ar, cumprindo assim com todas as recomendações da DGS.

A funcionar apenas em regime de take-away desde o dia 3 de abril, a Enoteca Cartuxa, agora de portas abertas com uma capacidade reduzida de 66 para apenas 33 pessoas, propõe um novo menu de almoço semanal, para que todos possam desfrutar do melhor da cozinha alentejana com o imprescindível distanciamento social. A Cozinha Social, criada no espaço para assegurar as necessidades básicas de alimentação da comunidade de Évora, continuará em atividade, embora com um novo local de distribuição.

Da mesma forma, a Cafetaria do Páteo de São Miguel volta a brindar-nos com a sua vista encantadora sobre a Sé de Évora e o jardim do Paço de São Miguel, disponibilizando, para além das opções já existentes na carta, um novo menu do dia – sopa, prato principal, um copo de Vinea Cartuxa, branco ou tinto, e café – tudo isto em vigor desde o dia 25 de maio.

Num convite desejado aos eborenses, e a todos os que visitem a cidade de Évora, a descobrir a harmonia perfeita entre os vinhos da Adega Cartuxa e a gastronomia regional reinventada de forma atual, a notícia da reabertura da Enoteca Cartuxa, todos os dias, no período das 12h30 às 22h00, bem como da Cafetaria do Páteo de São Miguel, de segunda a sábado, das 12h30 às 19h00, é também uma notícia com um sabor muito especial. Descubra mais aqui sobre a Fundação Eugénio de Almeida.

Por Isabel Figueiredo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes