Automóveis híbridos e elétricos de luxo

previous arrow
next arrow
Slider

O futuro sobre rodas pertence aos automóveis híbridos e elétricos, numa luxuosa combinação de linhas de design de excelência com tecnologia de ponta, colocando a ecologia e o meio ambiente no topo das prioridades dos mais exigentes construtores e condutores.

Cada vez mais sensibilizada para a preservação do meio ambiente e a necessidade de diminuição da poluição, a indústria automóvel investe milhões no desenvolvimento de automóveis mais eficientes e mais ecológicos. Com essa preocupação em mente, desde há alguns anos, começaram a surgir no mercado automóveis híbridos e elétricos, em alternativa aos movidos a gasolina e gasóleo.

A indústria automóvel de luxo não é exceção, aliando a ecologia à tecnologia de topo e ao design de excelência. A grande tendência atual das marcas de automóveis de luxo é desenvolver modelos híbridos e/ ou elétricos, com o desafio acrescido de conceber motores mais potentes e linhas mais arrojadas.

Atualmente, os automóveis híbridos assumem-se como os veículos de um futuro muito próximo e as marcas de luxo apostam a sério neste tipo de tecnologia, que se caracteriza pela perfeita simbiose entre motores elétricos, que conferem maior potência e uma menor emissão de gases de dióxido de carbono  e maior autonomia proporcionada pelo motor a gasolina.

Comparando os automóveis híbridos com os automóveis movidos a gasolina, os primeiros apresentam consumos mais apelativos e motores com potência superior, visto que combinam as potências de cada um dos dois tipos de motores: nas marcas de luxo, muitos dos automóveis podem alcançar os 200 cavalos. Desta combinação resulta uma melhor performance, com acelerações praticamente instantâneas.

O ponto menos forte dos automóveis híbridos é, sem dúvida, o custo associado à sua manutenção sobretudo no caso das baterias, cuja boa preservação ou substituição é, ainda, bastante cara. Grande parte dos fabricantes de automóveis híbridos assegura uma garantia até 10 anos das baterias e de todos os componentes do sistema híbrido mas, caso seja necessário realizar alguma reparação nas baterias após cessar o período da garantia, esta poderá sair-lhe dispendiosa.

As marcas de luxo não se ficam atrás, e apostam cada vez mais no desenvolvimento de automóveis híbridos, com a criação de novos modelos exclusivos ou de novas versões de modelos, indiscutíveis sucessos no mercado. Caso da Aston Martin que este ano nos brinda com o modelo DBX, e da Ferrari, com o seu SF90 Stradale.

Uma excelente alternativa ainda mais ecológica é investir em automóveis elétricos. Os veículos elétricos são movidos a eletricidade, não consumem combustível fóssil ao deslocar-se nem emitem gases poluentes. Adicionalmente, os automóveis elétricos são bastante mais económicos: apesar de já não ser possível abastecer for free, a bateria atinge uma carga completa por um valor bastante mais baixo de, aproximadamente, 25 euros, para uma autonomia de 400 quilómetros. 

Sem dúvida que o silêncio é de ouro e é uma das grandes vantagens dos automóveis elétricos, cujo motor não emite qualquer ruído fazendo das viagens momentos de maior tranquilidade. A manutenção de um carro elétrico é também bastante mais económica, pois não existem partes móveis num motor elétrico, como existem num motor a combustão, ou seja, não é necessário substituir correias de distribuição, filtros ou óleo.

O ponto menos forte dos automóveis elétricos é a autonomia, cuja média se situa entre os 250 e os 300 quilómetros, o que é perfeito para satisfazer as deslocações no dia a dia, mas não é o ideal para percorrer grandes distâncias.

Algumas marcas de luxo propõem novos automóveis elétricos em 2020: a Porsche, com seu desportivo de alta performance Taycan e respetiva versão Cross Turismo, e a Jaguar, com o modelo XJ.

Comparando os automóveis híbridos com os elétricos, são notórias as diferenças entre ambos, mas na prática não serão tão evidentes. Adquirir um automóvel híbrido ou elétrico irá compensar o investimento realizado, se percorrermos vários milhares de quilómetros por ano.

Para um perfil de condução citadino, com distâncias diárias mais curtas, a escolha acertada é o automóvel elétrico. Se percorrermos diariamente centenas de quilómetros, as necessidades serão satisfeitas com um automóvel híbrido. 

Não há qualquer dúvida que ambos – híbridos e elétricos – serão o futuro do setor automóvel e o meio ambiente será o grande vencedor.

No mercado de luxo é evidente que nem o céu é o limite e, para a Bentley, o sonho poderá ser uma realidade dentro de cerca de cinco anos, materializado no modelo EXP 100 GT Concept. Combinando a audácia com a qualidade superior que a Bentley sempre nos proporcionou, será naturalmente necessário mais tempo para que a marca de luxo entregue uma proposta de valor superior, mantendo os elevados standards a que sempre nos habituou.

Por Alexandra Lopes

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes