A exclusiva coleção Objets Nomades da Louis Vuitton

Salas e jardins mais glamorosos

Sempre muito aguardada, a instalação da Louis Vuitton no Salone del Mobile, em Milão, voltou a impressionar. Este ano, a marca de luxo francesa instalou-se no Palazzo Serbelloni, onde apresentou uma seleção de 45 peças de edição limitada da linha Objets Nomades.

A coleção Objets Nomades da Louis Vuitton, lançada em 2012, foi inspirada no universo das viagens. No conceituado Salone del Mobile, em Milão, a linha voltou a surpreender, apresentando, desta vez, dez novas criações, nascidas de colaborações entre a Louis Vuitton e designers consagrados, como Raw Edges, Nendo, Patricia Urquiola, Marcel Wanders, Índia Mahdavi ou Tokujin Yoshioka, entre outros.

Nesta edição do Salone del Mobile, a maison apresentou ainda mais novidades, que colheram muitos elogios da crítica e do público: duas novas colaborações, com o Atelier Biagetti, com sede em Milão, e com a dupla italiana Giorgia Zanelatto e Daniele Bortotto. A mesa «Anemona», dos designers Laura Baldassari e Alberto Biagetti, e a peça «Mandala», uma divisória de ambientes feita de um couro finamente tecido e colorido, desenvolvida por Zanelatto/Bortotto, estiveram em destaque no FuoriSalone. O lançamento da poltrona «Bulbo», da autoria dos brasileiros Irmãos Campana, também despertou as atenções – inspirada numa flor tropical, este objeto possui pétalas de couro e um tecido acolchoado. De destacar, igualmente, os poéticos candeeiros venezianos assinados por Marcel Wanders, inspirados nas lanternas chinesas tradicionais, feitos em Murano e entrelaçados com tiras de couro vermelho.

A coleção Objets Nomades da Louis Vuitton tem vindo a crescer ao longo dos anos e volta, com mais novidades do que nunca, para embelezar as mais glamorosas salas e jardins, pelos quatro cantos do mundo.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes