Byredo apresenta Slow Dance

Uma fragrância universal que celebra a dualidade de género

Há vários anos atrás, a slow dance, que geralmente se dançava nos bailes de secundário, marcava a passagem dos adolescentes para a idade adulta (em alguns países, este costume perdura até hoje), constituindo um sentimento de alegria aliado a um ligeiro constrangimento, resultado de uma colisão inebriante de inocência e experiência, entre o saber e o desconhecido.

A marca sueca Byredo, procurando eternizar momentos únicos através do olfato, criou Slow Dance, uma fragrância unissexo que se apresenta como uma evocação da memória e do desejo. Com notas tanto amargas como doces, Slow Dance foi concebido para recordar o toque da pele quente e as trocas de ar ofegantes, ligadas ao primeiro contacto na pista, antecedendo uma dança lenta. Elementos tradicionais, especialmente resinas e bálsamos, atribuem ao perfume uma sensualidade envolvente e atemporal. A crueza e a nobreza dos ingredientes refletem as emoções evocadas: uma nota de topo de mirra doce surge numa rica e inebriante assinatura âmbar; um coração de labdanum reforça e incentiva a suavidade cremosa do perfume, enquanto o gerânio fornece uma frescura cintilante. Tudo se envolve num véu de violeta, uma nota mágica para o género e equilíbrio universal. Uma base de baunilha e patchouli sustenta o perfume, utilizando o apelo adocicado e universal da baunilha contra a misteriosa compulsão do patchouli (representando o conhecido e o desconhecido, o claro e o escuro, juntos de uma só vez).

Encontre Slow Dance disponível nas lojas Skinlife, também em formato de perfume para o cabelo e creme para as mãos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes