O novo diretor criativo da Kenzo é português

Felipe Oliveira Baptista assume cargo ocupado desde 2011

O designer português de moda Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da marca francesa de luxo fundada, em 1970, por Kenzo Takada.

Decorrido um ano da saída de Felipe Oliveira Baptista da Lacoste, marca onde foi diretor criativo durante oito anos, surgiu, da parte da LVMH, grupo empresarial detentor da Kenzo, o convite para o cargo ocupado, desde 2011, pela dupla Carol Lim e Humberto Leon.

Sidney Toledano, presidente do grupo LVMH, destaca o trabalho do designer português, declarando “o talento de Felipe Oliveira, como designer, o seu domínio do vestuário e suas raízes pessoais, com origem em culturas muito distintas constituem ativos reais para dar uma nova energia criativa à Casa Kenzo”.

Já Sylvie Colin, diretora executiva da Kenzo, elogiou, em Felipe Oliveira Baptista, “a visão criativa inovadora e moderna, e sua abordagem artística muito completa”, que, segundo ela, “permitirá que a marca continue a demonstrar o seu potencial, respeitando a sua herança”.

Nascido nos Açores e radicado em Paris, Felipe Oliveira Baptista, de 44 anos, iniciou a sua própria marca em 2003. O designer abraça, com orgulho, este novo desafio, descrevendo a Kenzo como sinónimo de liberdade, alegria, elegância e atrevimento, uma marca que celebra a natureza e a diversidade cultural.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes