Alessandro Michele quebra tabus com Cruise 2020 da Gucci

Diretor criativo aposta na liberdade de escolha feminina

Alessandro Michele escolheu Roma, a cidade que o viu nascer e crescer, como palco para a apresentação da coleção Cruise 2020 da Gucci.

O diretor criativo da marca reuniu um grupo seleto no conceituado Museu Capitolino, revelando uma coleção que evoca a liberdade e igualdade de género, assim como a quebra de padrões. Com referências evidentes à década de 1970, altura em que Itália mergulhou numa fase de emancipação feminina, esta é uma coleção repleta de cores, texturas e acessórios, que aludem, também, à religião (ou não fosse Roma o berço do catolicismo) e à história da própria cidade, incluindo as memórias do outrora império romano.

Abordando os direitos reprodutivos das mulheres e o seu poder de decisão sobre o próprio corpo, num momento em que a discussão em torno deste tema está cada vez mais efervescente, o desfile provocou na medida certa, questionando, de certa forma, se religião e liberdade feminina poderão coabitar no mesmo planeta.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes