Louis Vuitton investe na Madeira

Marca francesa é a nova dona do histórico Reid’s Palace, no Funchal

O grupo Louis Vuitton, líder mundial no segmento de luxo, vai investir na Madeira. A marca francesa anunciou que chegou a acordo para comprar a Belmond, grupo hoteleiro com unidades em 24 países, incluindo o Reid’s Palace, histórico hotel do Funchal.

O negócio entre a Louis Vuitton e a Belmond ficou fechado com um acordo que envolve valores na ordem dos 2,6 mil milhões de dólares. O negócio deverá estar concluído na primeira metade de 2019, estando apenas a aguardar a aprovação da empresa e das autoridades da concorrência.

Segundo Bernard Arnault, chairman e CEO da Louis Vuitton, “a Belmond oferece experiências únicas para os viajantes e possui um número de ativos para os destinos mais desejados. A sua herança, os seus serviços inovadores, a sua excelência na execução e o seu empreendedorismo ecoam bem os valores do grupo e a sua complementaridade com a nossa rede e atividades tanto das Cheval Blanc como dos hotéis Bvlgari”. “A compra vai aumentar a nossa presença na hospitalidade mundial”, conclui.

O grupo Belmond nasceu há 40 anos, depois da aquisição do Hotel Cipriani, em Veneza. Após o primeiro passo, a rede foi crescendo contando, atualmente, com um portefólio de 46 unidades em 24 países do mundo. Além do Reid’s, na Madeira, e do Cipriani, em Itália, a rede conta com unidades como o Grand Hotel Europe, em S. Petersburgo, o Maroma Resort & Spa, no México, ou o Hotel das Cataratas, no Parque Nacional de Iguaçu, no Brasil.

/ Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

/ Artigos Recentes

Artigos Recentes

Mobiliário de exterior

Luxo a bordo

Relax total com a chaise-longue e otomana Ribbon São boas as vibrações oceânicas que a